A Consciência Revela os Sonhos?


Você Tem Consciência?

histórias engraçadas de academia | Frases Para Postar no Facebook | Mensagens - Cultura Mix: A experiência tem comprovado até a saciedade que a CONSCIÊNCIA é o instrumento fundamental para a revelação dos sonhos.  Mas para saber usar esse instrumento torna-se indispensável, inicialmente, conhecê-lo mesmo que teoricamente.

O termo consciência origina-se do latim “conscientia“, de “cum” indicando simultaneidade e “scientia” significando ciência. A Psicologia a define como a função pela qual conhecemos a vida interior. É o conhecimento de nossos estados psicológicos à medida em que eles se desenrolam em nosso interior.

Os conceitos da Psicologia atual são insuficientes para definir claramente o que é consciência. Em síntese, não se sabe. Será possível definir CONSCIÊNCIA objetivamente?

Somente aquele que possui CONSCIÊNCIA OBJETIVA pode  compreendê-la e definí-la.  Chegamos a um beco sem saída, porque a grande maioria da humanidade não possui consciência objetiva, portanto não está capacitada a compreendê-la. O percentual médio de consciência da humanidade é de cerca de 3%. Onde estão os  97% restantes? Estão condicionados nos apegos, defeitos, imperfeições, complexos, orgulhos, luxúrias, problemas, ressentimentos, vaidades, gulas, arrogâncias, cobiças, invejas, pecados ou, sinteticamente, nos EUS ou AGREGADOS PSICOLÓGICOS.

Sob o ponto de vista prático, a consciência é uma espécie de “dar-se conta interiormente”, não tendo nada a ver com as atividades do pensamento ou da mente. É uma tomada de conhecimento de si mesmo. É a percepção de QUEM SE É, de ONDE SE ESTÁ e o QUE SE FAZ. Após este estado, compreende o que sabe, o que não sabe e o que precisa aprender. Somente a própria pessoa será capaz de saber se, de fato, está ou não CONSCIENTE em certo momento. Logicamente, apenas o próprio indivíduo pode aperceber se sua consciência existe ou não naquele instante. Portanto, é impossível para qualquer pessoa avaliar se a consciência do outro está ou não ausente. As manifestações exteriores são impróprias para nos certificarmos se há ou não a presença da consciência em dado momento.

NÍVEIS CONSCIENCIAIS

A CONSCIÊNCIA pode ser estudada em quatro manifestações perfeitamente diferenciadas e definidas. Queremos ressaltar que a consciência é única, porém, dependendo do seu nível de expressão numa pessoa, pode ser observada sob os seguintes estados:

1) SONO;

2) VIGÏLIA;

3) AUTOCONSCIÊNCIA; e

4) CONSCIÊNCIA OBJETIVA.

PRIMEIRO NÍVEL:  SONO

O sono ao qual nos referimos não é propriamente o fisiológico. Este por sua vez é necessário e indispensável para suprir as urgências vitais do corpo material. O Sono Psicológico é o que mais nos interessa. Quantas vezes já lhe ocorreu estar com um certo objeto na mão, colocá-lo em algum lugar e dali a poucos instantes nem sequer se recordar de onde o deixou? Por que isto ocorre?

A resposta é: ADORMECIMENTO DA CONSCIÊNCIA. Ora, se estamos despertos porque não nos recordamos de onde deixamos os objetos? A resposta é óbvia: estávamos dormindo acordados. Este adormecimento se deve ao sono psicológico. Pouco ou quase nada difere do sono fisiológico. Necessitamos despertar a nossa consciência.

Continue reading