Clorela Pode Salvar sua Vida


O Que é a Clorela

A clorela é uma das algas mais pesquisadas cientificamente, como alimento, nas últimas décadas. Há milhares de estudos e testes laboratoriais com o produto. Diversos estudos com rigoroso acompanhamento médico e clínico têm comprovado a eficácia nutricional e terapêutica da alga.

Centenas de publicações em revistas científicas e pesquisadores universitários vêm comprovando cada vez mais os benefícios da clorela para o organismo humano. Até mesmo a NASA, agência americana de pesquisas espaciais, vem utilizando a clorela como fonte alimentar para os astronautas em vôos orbitais. No Japão ela é utilizada abundantemente, e até mesmo incluídas em massas para pão, macarrão e outros derivados alimentares.

Clorela: Sabendo Mais

Saúde Um Desafio: Clorela: você conhece o poder desta alga?A clorela é um tipo de alga microscópica que se desenvolve em água doce. A clorela  foi detectada pela primeira vez em 1890 pelo microbiologista holandês M.W. Beijernick. A clorela é comumente escrita em vários países como CHLORELLA. No seu nome, o prefixo “CHLOR” foi escolhido por significar verde e o sufixo “ELLA” indica pequeno.

Segundo os pesquisadores a Chlorella está na Terra desde o período Pré-Cambriano, há mais de 2,5 bilhões de anos. Entretanto, somente após 1890, que a célula da Chlorella foi identificada através do microscópio. Somente no início deste século descobriu-se que a Chlorella era constituída de 60% de proteínas e multiplicavam-se muito rapidamente. A partir daí os cientistas de vários países, principalmente Alemanha, começaram a pesquisar para transforma-la em mais um alimento para o ser humano.

A pesquisa acerca da alga foi interrompida devido a Primeira e Segunda Grandes Guerras Mundiais, apesar disso o interesse pelos estudos se manteve. Em 1948, nos EUA, novas pesquisas foram reativadas pelo Instituto de Pesquisas de Stanford com experimentos bem sucedidos sobre o crescimento da Chlorella. Entretanto este estudo terminou devido a problemas financeiros. Em 1950, o Instituto Carnegie aprofundou as pesquisas e concluiu que a Chlorella poderia ser cultivada em escala comercial e poderia ser uma das soluções para a fome mundial.

Continue reading